Home > Embassy > Content

 

 

 

 

 

 

 

 

EMBAIXADOR NO CANADÁ EXPLICA RUMO DO PAÍS

O Embaixador Extraordinário Plenipotenciário da República de Angola no Canadá, Edgar Gaspar Martins, manteve, na cidade canadiana de Ottawa, um encontro de concertação com os angolanos residentes neste país.

O encontro serviu para abordar o rumo que o país deverá seguir com a eleição do novo Presidente, João Lourenço, a 23 de Agosto último.
Após explicar a forma como se desenrolou o processo eleitoral, que culminou com a vitória do MPLA, com uma maioria qualificada, e do seu cabeça de lista, investido como Presidente da República, Edgar Gaspar Martins felicitou os angolanos pela forma ordeira e pacífica como se desenrolou a transição de poder.
“Todos devem se orgulhar por termos feito uma transição pacífica, ao contrário do que se tem passado em muitos outros países do nosso continente”, disse o diplomata angolano, tendo revelado ter sido felicitado, pelo feito, por alguns chefes de missões diplomáticas africanas no Canadá.
Informou que o combate à corrupção e as alternativas para a saída da crise económica causada pela baixa dos preços do petróleo no mercado internacional serão alguns dos pontos focais do governo do Presidente João Lourenço.
Edgar Martins adiantou que o novo Executivo vai empreender acções para a melhorar o ambiente de negócios e as condições de vida dos angolanos.
Dando sequência à intervenção do embaixador, o adido de imprensa da representação diplomática, Ladislau Silva, fez uma retrospectiva dos factos decorrentes em Angola desde a realização das eleições até ao presente momento, e procedeu a leitura da biografia do Presidente João Lourenço.
Ladislau Silva fez igualmente um resumo das relações diplomáticas entre Angola e o Canadá, tendo enfatizado o interesse revelado por este país para o incremento da cooperação com o Estado angolano, sobretudo no domínio do ensino, bem como explicou igualmente as linhas mestras de governação do Presidente João Lourenço.
As intervenções dos compatriotas presentes centraram-se na necessidade da existência de um maior apoio para as questões de formação, na entrada nos mercados de trabalho em Angola, na facilitação para as emissões de documentos nacionais, bem como no direito ao voto para os angolanos na diáspora, na necessidade das eleições autárquicas e de transmissão televisivas dos debates parlamentares.
O encontro, que contou com a participação de angolanos  baseados em Ottawa, Montreal, Toronto e cidades arredores, culminou com um almoço de confraternização entre os demais e os funcionários da Missão diplomática em Ottawa.